sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Deus tem a melhor solução

Certa feita em uma reunião de oração pedi que orassem por  mim. Eu precisava de uma grana, e Deus poderia abençoar  para que conseguisse um empréstimo no banco da cidade - Banco do Estado de Goiás.
Acontece que eu precisava comprar umas roupas de bebe com muita urgencia. Não tinha nada e  precisava na época de 1000 cruzeiros. Eu ganhava nesse tempo 1100 cruzeiros. Fui ao BEG e falei com o gerente, Sr Alcides Fajardo, meu amigo. Fizemos a proposta e estava aguardando resposta. Todo dia, ia ao banco e nada de resposta. E o tempo foi passando e eu ficando apreensivo.
Bem, oraram  por mim e no final da reunião, no momento de confraternização, o dirigente Anésio Martins me perguntou se o empréstimo era a única solução. Respondi que não via outra maneira de conseguir os 1000 cruzeiros. Ele me disse que Deus poderia ter uma melhor solução. Retruquei que se Deus me desse aquela (liberar o empréstimo no banco), eu estaria satisfeito.
 O pessoal foram embora. Eu fui ao fundo do quintal e orei. Orei com muita fé que fiquei convicto de que no dia seguinte o empréstimo sairia. No dia seguinte, 4ª feira, fui cedinho ao BEG certo de receber uma resposta positiva, mas, foi negativa.  Passei o dia apreensivo e a noite tornei a orar com muita fé. Fui deitar certo que no dia seguinte sairia o empréstimo. Porém mais uma vez a resposta foi negativa. Mas não desisti e orei novamente com fé e humilhação certo de que Deus estava me  ouvindo.
Na sexta pela manhã, bem cedinho fui encontrar com meu colega de trabalho, que não sabia de meu problema. Ele me perguntou o que eu faria se viesse 2000 reais no meu contra-cheque. Respondi que daria gloria a Deus lá na sala do chefe do distrito. Ele me disse pra eu descer e pegar o meu contra-cheque por que a Celg havia liberado o pagamento do mês.
Desci a rua e fui ao escritório da Celg e quando abri o meu contra-cheque lá estavam 2200 cruzeiros.  Perguntei porque veio 1000 cruzeiros a  mais e me respondeu que a Celg havia dado pra alguns um aumento retroativo a janeiro. Deu glória a Deus, fui ao banco, onde o Sr. Alcides me disse que não havia saído o empréstimo. Disse-lhe que não precisava mais e que minha proposta devia ser rasgada.
Do BEG fui na casa do Sr. Anésio Martins e disse-lhe que de fato Deus tem melhor solução para os nossos problemas. Temos que confiar porque Deus é bom. Melhor que pai e mãe!